Sabemos o quanto é importante para a nossa sociedade neste momento permanecer em isolamento social para prevenir a disseminação do coronavírus. E pensando em educação, essa medida tem refletido não só na rotina das famílias, com o desafio de manter a rotina escolar para garantir o desempenho dos alunos, como na dinâmica de trabalho dos educadores.

Levando em consideração esse momento singular na saúde mundial, muitas instituições de ensino optaram por suspender suas aulas, pela antecipação das férias do meio do ano, ou por continuar o ensino por meios online. De uma forma ou outra, a mudança na rotina educacional implicou também em uma mudança de percepção sobre novas formas de ensinar a aprender.

De certa forma, o contexto atual trouxe à tona para o professor essa necessidade de pensar sobre sua formação e de se capacitar. Trabalho em home office, reuniões por videoconferência e migração das aulas para o ambiente online são caminhos que estão sendo desvendados pelos educadores no Brasil diante desse novo cenário.

Assim, esse momento de isolamento social pode ser encarado como uma grande oportunidade para uma imersão no conhecimento, aperfeiçoamento profissional e  desenvolvimento de novas habilidades e competências. E para contribuir com essa iniciativa, separamos algumas dicas de como os educadores podem aproveitar melhor esse período em casa:

REORGANIZE A ROTINA

Trabalhar de forma remota ou estudar a distância é, sim, bem diferente da rotina presencial que estamos acostumados normalmente nas escolas e universidades. Por isso, antes de mais nada, compartilhe essas informações com outros colegas que nunca trabalharam em casa, que estão se sentindo meio perdidos e buscando uma orientação nesse caminho.

Crie uma estrutura para seu home office

Apesar de causar um certo estranhamento no primeiro momento, o trabalho remoto é perfeitamente possível e bastante interessante. Mas, para que ele possa acontecer de forma efetiva é preciso antes compreender quais aspectos da sua rotina possam estar atrapalhando ou apoiando o desenvolvimento das atividades. Para isso, separamos aqui algumas dicas que vão te auxiliar a estruturar melhor esse novo formato:

  • Organizar o espaço = ter uma mesa limpa e organizada que você possa utilizar para apoiar os materiais de trabalho é fundamental. Evitar utilizar esse mesmo espaço para depositar outros utensílios de casa que não tenham relação com suas atividades evitará as distrações e te ajudará a ter uma maior clareza mental do que fazer.
  • Planejar as suas atividades do dia = ter uma lista com as suas metas facilita visualizar o que pretende realizar no dia ou semana. Para ajudar na organização é importante inclusive separar em: atividades relacionadas ao trabalho e outras tarefas.
    Existem várias ferramentas online (para computador e celular) que auxiliam nessa organização de metas diárias e semanais. Podemos mencionar como exemplo o Trello, um gerenciador que possibilita até mesmo desmembrar metas em: coisas para fazer, em andamento e concluídas de forma bem flexível, facilitando o acompanhamento da própria produtividade.
  • Criar horários para cada ação: fazer home office não significa trabalhar 24h por dia! Por isso, determinar o tempo destinado para cada atividade é mais que fundamental. Além das ações profissionais, esse quadro de horários também precisa incluir momentos de lazer, atividade físicas e momentos em família.
  • Comunicar a família: informar as pessoas que moram com você de forma clara sobre seus horários e local onde irá trabalhar. Faça combinados para que eles interfiram o mínimo possível, especialmente se você continuar oferecendo aulas online.

Aproveite para descansar e se exercitar

 Sabemos o quanto a rotina tradicional dos professores muitas vezes acaba sendo um pouco puxada. E para muitos, esse período de quarentena também será importante para dar uma desacelerada. 

Não exija de você resolver todos os problemas porque tem tempo para isso ou precisa fazer. Vá no seu tempo, não tem problema ir devagar!

O importante é ter claro um plano de ação para esse período atípico que inclua horários destinados à relaxamento, atividades físicas e um tempinho para colocar aquela série amada em dia! Ao colocar isso em prática, além de contribuir para o seu processo de aprendizagem e desenvolvimento profissional, estará reduzindo a carga de estresse e criando hábitos mais saudáveis para o futuro.

Conecte-se a outros profs

Não é nada muito confortável ficar em isolamento social, longe do ambiente escolar, longe dos alunos e sem poder trocar ideias com os amigos, principalmente para quem já estava acostumado ao cafezinho na sala dos professores no intervalo entre aulas.

O bom disso tudo é que existem várias ferramentas que possibilitam realizar videoconferências e conversas online. Diante dos desafios da nova dinâmica de aulas, utilize o ambiente das comunidades de aprendizagem para buscar ajuda! E da mesma forma, busque compartilhar experiências e novas aprendizados com essas pessoas. Todos temos a crescer nesse período!

DESENVOLVA-SE COMO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO

Aproveitar a quarentena para explorar cursos, novas plataformas online e buscar conteúdos que possam contribuir para sua prática docente pode fazer grande diferença!

Muitas instituições estão liberando seus cursos online e disponibilizando possibilidades incríveis para que cada um aprenda no seu ritmo o que lhe for  mais conveniente durante esse período de quarenta.

Explore diferentes recursos

Frente a essa nova realidade, a SerProf uma comunidade para professores – iniciativa da Kanttum – que busca reafirmar o seu objetivo de auxiliar os professores durante esse período tem proporcionado discussões, aprendizagem e reflexões sobre o universo educacional, com conteúdos exclusivos e gratuitos.

Durante o período de isolamento, a SerProf, em uma ação conjunta com várias outras instituições parceiras, disponibiliza gratuitamente para os educadores uma série de benefícios. Veja um panorama do que está disponível por lá:

  • Conversas com especialistas = os professores conseguem acompanhar o conteúdo gravado em vídeo e interagir com o especialista sobre um tópico relevante em educação e tem acesso à recursos indicados por eles para acessar posteriormente.
  • Cursos online = professores têm à disposição as trilhas autoinstrucionais Metodologias Ativas,Práticas Reflexivas e Desvendando a BNCC. Além de cursos online disponibilizados por parceiros da SerProf e o curso “Sala de Aula sem Papel” com informações importantes para realizar esta transição do ambiente presencial para o virtual.
  • Trocando ideias = nesse espaço os professores são convidados a discutir temas importantes da educação e interagir em uma espécie de sala temática. Nesse ambiente é possível compartilhar perguntas, sugerir recursos e compartilhar experiências uns com os outros.
  • Estante do prof = indicação de leitura mensal feita por professores membros da comunidade, com a curadoria de livros que abordam aspectos pedagógicos e que contribuem com a formação docente.

Siga um plano de estudos

Sabe aquele assunto que você sempre quis aprofundar os estudos, mas que pela sobrecarga de atividades na escola nunca conseguiu tempo? Então, essa é a hora de aprender!

Crie uma lista de tópicos da área educacional que você deseja compreender melhor, termos que ainda não conhece e determine um tempinho para pesquisar e reunir recursos de qualidade que falem sobre esses tópicos (vídeos, artigos, podcasts).

E para te apoiar a dar esse pontapé inicial,o time pedagógico da SerProf disponibilizou um Plano de Desenvolvimento de 14 dias. Aproveite e clique aqui para baixar o plano e iniciar seus estudos!

A SerProf, iniciativa da Kanttum, faz parte do Movimento pela Educação Digital!

Kanttum
Autor

Inscreva-se e participe da maior comunidade
sobre Formação de Professores do Brasil

Escreve um comentário