Os meses de abril, maio e junho já se passaram e o cenário nos assinala que o retorno às aulas totalmente presenciais não se dará de imediato. E aí pensamos: Minhas aulas online não serão tão temporárias assim. Como entender melhor esse novo ambiente escolar e trazer mais qualidade para as minhas aulas? Como avaliar o processo de aprendizagem? Que elementos são realmente importantes em uma aula online?

A curva de aprendizagem em torno do ensino online nesses três últimos meses acabou se acentuando e a resposta dos professores tem sido espetacular. Muitos profissionais que nunca tinham utilizado videoconferências ou plataformas LMS já estão tirando de letra, outros ainda estão engatinhando com muitas dúvidas e inseguranças. 

A pergunta agora é COMO ACELERAR A NOSSA APRENDIZAGEM E TRAZER MAIS QUALIDADE PARA AS AULAS NO AMBIENTE ONLINE?

Nosso ponto de partida aqui será um estudo feito pelo Boston Consulting Group e o Instituto Ayrton Senna sobre as ações formativas que mais impactam a prática do professor. Quais são as 5 ações que podem promover mais mudanças positivas em nossa prática de sala de aula? O que você acha?

De acordo com esse estudo, algumas ações que normalmente procuramos para desenvolvimento como os cursos de longa duração e a participação em conferências são positivas para o conhecimento do professor, no entanto, causam pouco impacto prático em sala de aula. Em nosso caso agora, o tempo urge e precisamos buscar soluções que nos ajudem já.

Imagem Freepik

Então, que ações de desenvolvimento mais podem auxiliar os professores a desenvolver suas aulas? 

O estudo aponta 4 ações mais recomendadas: 

1. Mentoria 

2. Formação Inicial 

3. Observação da própria aula 

4. Observação da aula de colegas.

O resultado desse estudo reforça a visão de tantos autores (Lewin, Dewey, Piaget e Kolb) que defendem a aprendizagem experiencial e a prática reflexiva como propulsoras do crescimento docente.

Sim, nós podemos aprender muito analisando a nossa própria prática, compartilhando a nossa prática com outros colegas e trocando ideias com pares mais experientes.

Nós da Kanttum/ SerProf acreditamos que o desenvolvimento docente pode estar ancorado em 3 pilares: o conhecimento, a autorreflexão e a mentoria.

O CONHECIMENTO

Nós acreditamos que é fundamental a busca do conhecimento sobre esse cenário online por meio de cursos presenciais ou online, leituras, lives que assistimos, posts que lemos, vídeo-palestras que assistimos e tantos outros recursos que buscamos. No entanto, nós sabemos que a mobilização de conhecimento da teoria para a prática não acontece como num passe de mágica. Podemos aprender muitas coisas novas em vários cursos sobre aulas online, entretanto, nem sempre conseguimos colocar tudo que queremos em prática com nossos alunos. Principalmente no ambiente online, ler ou assistir à demonstração de uso de uma ferramenta digital ou uma prática de sala de aula não garante que nós conseguiremos necessariamente replicar com nossos alunos. É preciso tempo, muitas oportunidades de tentativa e erro e força de vontade.

A AUTORREFLEXÃO

Daí a importância da autorreflexão para o nosso crescimento. Não aprendemos somente com a experiência, mas principalmente refletindo sobre a experiência vivida. Refletir é preciso para que possamos mudar a acertar o rumo. 

Podemos aprender bastante, reservando um tempo após as nossas aulas online para pensar sobre o que deu certo, as dificuldades encontradas e as mudanças de rumo que são necessárias. Mas será que temos a disciplina e vontade para fazer isso de maneira recorrente e significativa? E será que uma vez que detectamos espaços para melhoria, nós conseguiremos encontrar as soluções sozinhos, considerando que muitos de nós somos professores-novatos no ambiente virtual?

A MENTORIA

Entendemos a mentoria como uma troca entre dois profissionais, em que um auxilia o outro a perceber seus pontos fortes, suas potencialidades, espaços para melhoria e possíveis soluções para os desafios encontrados. O(A) mentor(a) é aquele par que está ali para te dar a mão, analisar a sua aula prática sem julgamentos, com o propósito único de enriquecer a sua aula online e que seus alunos consigam aprender melhor.

A Mentoria a partir da prática é o que sugerimos para acelerar o desenvolvimento das aulas online. É a partir do que você já faz em sala de aula, que podemos, como mentores, apontar caminhos, sugerir desafios novos e te trazer um novo olhar sobre a sua aula.

CERTIFICAÇÃO SERPROF (Aulas Online)

O que seria a Certificação SerProf – Aulas Online?

https://serprof.com.br/certificacao-serprof/

É um processo de desenvolvimento docente que envolve 3 das ações formativas sugeridas anteriormente:

  1. Observação da própria aula
  2. Autorreflexão e marcação na rubrica
  3. Mentoria a partir da prática

São 3 ciclos em que o(a) professor(a) grava a sua aula online, observa sua aula novamente, faz a sua autorreflexão com base em alguns critérios importantes em uma aula online e recebe a devolutiva por meio de escrita de um(a) mentor(a) da Rede SerProf baseada em sua aula, com muitas sugestões práticas e mais recursos para que você possa estudar mais. 

A cada ciclo, o(a) professor(a) recebe um relatório com suas potencialidades e espaços de melhoria e sugestões para suas próximas aulas.

Ao final dos 3 ciclos, o professor recebe a Certificação SerProf de Aulas Online.

O objetivo da Certificação é auxiliar professores a se familiarizar com boas práticas das aulas online em um ambiente amigável e seguro a fim de promover a mobilização dessas práticas para a sala de aula.

Ao participar da Certificação SerProf (Aulas Online), o(a) mentorado(a) recebe:

  • Uma videoaula sobre a rubrica com elementos importantes em uma aula online.
  • Tutoriais sobre o passo a passo.
  • Feedbacks personalizados com sugestões após cada aula (na plataforma).
  • Certificação Aula de Qualidade SerProf ao final das 3 mentorias..
  • Acesso a grupo de educadores certificados para troca de ideias e recursos.
  • Emblema “Professor Certificado SerProf” para assinatura de e-mail
  • Voucher para participação em Encontro Online SerProf anual.

Se quiser saber mais sobre o programa CERTIFICAÇÃO SERPROF (Aulas Online), visite a página clique aqui!

REFERÊNCIAS:

ARCHER, Jeff et al. Better feedback for better teaching: A practical guide to improving classroom observations. John Wiley & Sons, 2016.

BRADBURY, Leslie Upson; KOBALLA JR, Thomas R. Borders to cross: Identifying sources of tension in mentor–intern relationships. Teaching and teacher education, v. 24, n. 8, p. 2132-2145, 2008.

HUDSON, Peter. Forming the mentor-mentee relationship. Mentoring & tutoring: partnership in learning, v. 24, n. 1, p. 30-43, 2016.

MIETTINEN, Reijo. The concept of experiential learning and John Dewey’s theory of reflective thought and action. International journal of lifelong education, v. 19, n. 1, p. 54-72, 2000.
ROWLEY, J. The good mentor. Educational Leadership. 56(3), n.8, p. 20-22, 1999.


Inscreva-se e participe da maior comunidade
sobre Formação de Professores do Brasil

Escreve um comentário